Blog

5 práticas essenciais para otimizar a infraestrutura de TI

5 práticas essenciais para otimizar a infraestrutura de TI

A infraestrutura de TI é parte essencial do sucesso (ou fracasso) de sua equipe. Por ser tão determinante, é necessário que ela esteja sempre otimizada, atualizada e robusta, para que se mostre menos vulnerável à ciberameaças.  

O que é infraestrutura de TI? 

A infraestrutura de TI, ou infraestrutura de Tecnologia da Informação, se refere ao arcabouço tecnológico necessário para se desenvolver o trabalho da equipe de tecnologia. Por isso, fazem parte da infraestrutura de TI aparatos como instalações de internet, rede de sistemas e equipamentos que permitam que o departamento realize suas tarefas.  

Além disso, também estão inclusos na infraestrutura de TI os servidores e colaboradores da equipe, já que são eles os principais usuários da tecnologia a fim de cumprir as tarefas.  

Qual a importância de uma infraestrutura de TI?  

Sem uma boa infraestrutura de TI, os resultados positivos dificilmente chegarão. Afinal, a infra é responsável por alguns benefícios como redução de custos, tomada de decisões mais alinhadas com o objetivo da empresa, servidores produtivos e, consequentemente, clientes mais satisfeitos e fiéis.  

Pensando nisso, a melhor saída é que a infraestrutura de TI esteja sempre atualizada, otimizada e pronta para prestar o melhor serviço possível! Mas não se preocupe: alguns cuidados essenciais podem transformar o cenário da sua empresa.  

Como otimizar a infraestrutura de TI?  

Atenção: os cuidados listados aqui devem ser feitos de maneira contínua e constante. É importante transformar as dicas em parte da rotina e cultura da empresa para maximizar os resultados! 

1.Manutenção da política de dados 

O primeiro passo é rever a política de segurança de dados da empresa. Há uma? Ela está alinhada com as demandas da equipe? Onde estão localizados os dados? Em cenários de trabalho remoto, é ainda mais importante realizar a manutenção da política de segurança de dados da empresa. 

Os dados podem estar em todos os lugares, acessíveis aos colaboradores independente de sua localização geográfica. Mas isso não significa que eles devem estar menos protegidos ou mais suscetíveis a ciberataques.  

Para protegê-los, diagnostique todos os tipos de dados que estão circulando no seu ambiente e classifique-os a partir dos mais confidenciais. O Microsoft 365 pode ajudar nisso, já que classifica automaticamente os dados. 

2. Identificação das principais falhas internas 

Enquanto estiver realizando a manutenção das políticas de segurança da empresa ficará mais fácil identificar as principais falhas internas. Procure por sistemas vulneráveis a ciberataques, softwares desatualizados, servidores com pouco treinamento… A partir disso é só elaborar um plano para corrigir as falhas aos poucos – mas, de maneira contínua! 

3. Alinhamento da equipe 

Como já falamos, fazem parte da infraestrutura de TI servidores e colaboradores da equipe, além do arcabouço tecnológico envolvido. Por isso, não adianta atualizar os sistemas e não treinar a equipe. Além disso, com a alta rotatividade frequente de funcionários de Tecnologia da Informação, vazamentos podem ocorrer com mais facilidade.  

Para resolver o problema, estabeleça controles de privacidade para cada usuário, gerencie como as informações sensíveis são compartilhadas na empresa e aplique treinamentos completos sobre como lidar com os dados.  

4. Equipamentos sempre atualizados 

Softwares e equipamentos desatualizados ficam muito mais vulneráveis a ciberataques. As ameaças estão cada vez mais complexas e, para evitá-las, é necessário que seu nível de proteção acompanhe as tentativas elaboradas feitas pelos cibercriminosos. Não se esqueça de atualizar ou substituir equipamentos danificados!  

5. Serviços em nuvem 

Os service clouds são uma excelente opção para otimizar sua infraestrutura de TI, com a possibilidade de execução de servidores e aplicações em nuvem. Além de mais segurança, oferecem também maior escalabilidade e aumentam a sincronia e o alinhamento entre a equipe.  

Bônus!  

Não sabe por onde começar? Conte com a ajuda da Support! Somos especialistas em infraestrutura cloud e temos experiência em modernizar infraestruturas de TI enquanto reduzimos custos e elevamos a produtividade! Quer saber mais? Clique aqui. 

Compartilhe

Conteúdo relacionado

Quais são tipos de backup e como saber qual é o melhor? 

Diferentes tipos de backup podem ser utilizados para situações distintas. Mas, afinal, qual é a diferença entre eles? Como saber …

blank

E-mail corporativo com amplo armazenamento? Conheça o Exchange Online

Está em busca de uma solução de e-mail corporativo que ofereça tudo o que a sua empresa precisa? O Microsoft …

blank

SaaS: o que é e como funciona 

O nome pode até ser desconhecido, mas com certeza você já ouviu falar da sigla SaaS!  Na verdade, o SaaS …

blank

SaaS, IaaS e PaaS: Conheça os 3 tipos de arquitetura em nuvem

Você já deve saber que SaaS, IaaS e PaaS são três tipo de arquitetura em nuvem, não é? Mas, você …